segunda-feira, 21 de julho de 2014

Domingo final de mundial e desde manhã que estava com a sensação que o dia não ia acabar sem passar nas urgências, afinal aqueles sintomas, infelizmente, já me começam a ser familiares... Perto das 20h rumámos á urgência, diagnóstico quase feito de imediato, infecção urinária em estado avançado (daí as dores no rim), medicação para cima, muita água e a garantia que no dia seguinte "estaria óptima". Seguiu-se uma noite horrível, sem quaisquer melhoras, pelo que a 2ª feira foi passada de cama e o cenário mantinha-se.
3ª feira rumámos a uma nova consulta, e novo diagnóstico, cólica renal, mais medicação, e o conselho de mais um dia de repouso, 5ª feira estaria fina...

A 5ª feira chegou, e embora não estando fina, nem lá perto, arrisquei ir trabalhar (bad decision) o dia foi mal passado contorcendo-me de dores, usando e abusando do saquinho de gel quente, sem conseguir comer, com o estomago a acusar a medicação, e um desconforto brutal. Logo que saí, rumei novamente a uma consulta, e já com o resultado das análises disponível, veio finalmente o diagnóstico (já que eu insisti que para cólica renal, estava a ser uma sortuda) pielonefrite, basicamente uma infecção urinária que afectou o rim, fui de urgência para Lisboa fazer uma ecografia, recomendou-me medicação e repouso.

Estou farta de estar em casa, as férias aproximam-se e sinto verdadeiramente falta de ir trabalhar.

Amanhã será outro dia...

2 comentários:

Cristina Vicente disse...

Infecção urinarias são tramadas ... existe uma vacina ( em comprimidos) que se toma durante 90 dias, [não é comparticipado e ainda fica um bocadinho caro, 60€ no total mas podes dividir em 3 caixas.]
Não sei se é totalmente eficaz, mas eu desde que tomei isso nunca mais sofri de infecções urinarias.

nadia disse...

As melhoras Sandra! Beijinho