segunda-feira, 2 de maio de 2011

O nosso Dia da Mãe

 Foi preenchido e ao fim do dia, arrependemo-nos mil vezes!!!
 
Acordou-me com um sorriso e atirou-me o seu presente com ar de gozão... logo de seguida, deitou-se ao meu lado nos miminhos...).
 
Por ser o 1º Domingo do mês fomos até á feira de Azeitão um dos nossos programas de bom tempo favorito. Trouxemos mais coisinhas para a nossa horta, cheirou, observou e tocou em tudo o que era novo. Adorou ver as galinhas, os coelhinhos e outros animais que por lá se vendem... Provou os queijos as azeitonas, e sempre acompanhado de pãozinho, fez sucesso pelas bancas onde passava, e SEMPRE sentado no seu carrinho(inédito).
 
Á tarde fomos gozar do prémio da MyTable e rumámos a Cascais, confesso que a Marina me impressionou, o espaço está muito agradavel e só se vê gente gira. (do brunch falarei noutro post).
Por fim, terminámos a noite num restaurante de eleição (que recentemente abriu também no Colombo) e aí o Martim já estava no auge da sua loucura, para piorar o restaurante não tinha cadeirinha, pelo que teve de ficar entre cadeira e colos a bombar as nossas cabeças. Pediu um balão, ganhou um balão, atirou os guardanados para as mesas do lado, deu gritinhos de excitação, subiu para cima da mesa, queria comer e depois não queria comer, jogou as palhinhas para o chão, basicamente fez tudo aquilo que nós sempre repreendemos nos filhos dos outros... Enfim um menino de coro (not!)... Pelo que li noutro blog, mais meninos decidiram fazer as vidas negras aos papás no dia especial de ontem, pelo que só posso acreditar que tenham combinado... Será?
 
 
Apesar dos pesares, foi um dia excelente, passado em família, onde a cabeça andou por outras paragens, onde o corpo relaxou e o coração palpitou!
 
 

3 comentários:

abspinola disse...

Ola
Ao ler o teu post, fiquei com a sensação que me estava a ver me a mim propria, as aventuras dos filhos.
Ontem o nosso dia tambem foi mais ou menos assim desse estilo.
Não gostamos pois os olhares e comentarios de terceiros estão a vista, mas tambem temos que compreender que nós tambem ja fizemos das nossas aos nossos pais.

bjs

Ana Carvalho disse...

Vieste para as minhas bandas!!! Também gosto muito daquela feira, mas aproveitámos o dia de maneira diferente, mas já habitual: um dia da mãe radical pelos montes e vales da quinta do conde! :)

Mami ( Sónia ) disse...

Sabes eu acho que ele se portou assim no fim do dia porque já estava cansado e excitado, já nem sabia como devia estar tadinho. Estes dias compridos para eles não são lá muito bons.
Beijinhos